Yeezy boost 350 V2 Yeezy boost 350 V2 for sale Yeezy 350 V2 for sale Yeezy 350 V2 Yeezy boost 350 V2 Yeezy boost 350 V2 for sale Yeezy 350 V2 for sale Yeezy 350 V2

Esporte é a chave para o exercício virar um hábito - Portal Condomínio em Foco -

Esporte é a chave para o exercício virar um hábito

0

Que tal incluir na agenda futebol com os amigos, braçadas na piscina do condomínio, passeios de skate com a galera ou um final de semana de surfe? Atividades corriqueiras como essas costumam ser encaradas apenas como lazer, mas também são, na verdade, exercícios físicos.

Para quem tem dificuldade de frequentar continuamente a academia ou de resistir à tentação de ficar embaixo das cobertas no frio, incluir práticas em equipe e mais ligadas ao prazer pode ser a solução para não acabar sedentário. Desta forma, é possível encarar o exercício não como uma obrigação a ser cumprida, mas sim como um lazer, ou até mesmo uma forma de liberar o estresse cotidiano.

“O aspecto lúdico é o que fala mais alto na atividade esportiva”, reforça o diretor da Sociedade Brasileira de Medicina Esportiva, Ricardo Muniz Nahas. “No futebol, os homens vão com os amigos, dão risadas, tem um fator emocional muito importante”, ressalta Ricardo Galotti, ortopedista e médico do esporte do ambulatório de saúde esportiva do Hospital Ipiranga, em São Paulo.

Optar por essas modalidades, no entanto, não exime ninguém de estar com os exames médicos em dia. “O aumento brusco da frequência cardíaca pode trazer problemas, o ideal é procurar um médico e ver se não tem nenhuma patologia que possa impedir determinada prática esportiva. Por exemplo, quem tem uma artrose no joelho não deve fazer corrida ou jogar futebol”, avalia Galotti.
A lista de médicos precisa incluir não só um cardiologista, mas também um profissional que possa fazer uma avaliação mais completa – como um professor de educação física ou um especialista em medicina esportiva -, que indique o calçado correto e receite uma alimentação adequada.

Mais difícil desistir

A disputa entre ficar em casa e ir malhar não é mesmo justa, e para quem não consegue fazer do exercício uma rotina, longe de ser fácil. A dentista Erika Amaral, 30 anos, sempre tinha uma desculpa para não ir à academia: um dia era o último capítulo da novela, no outro um convite para sair. As coisas mudaram quando se inscreveu no vôlei. “A partir do dia em que passei a jogar, nunca mais faltei. O time fica desfalcado e há cobrança das outras pessoas depois”, conta ela, que considera uma façanha não ter faltado em um único treino durante os últimos dois anos. Além do compromisso, o exercício em dupla ou em grupo permite que um incentive o outro quando bater a preguiça ou o desânimo.

Benefícios à saúde

Assim como um treino realizado na academia, a prática esportiva melhora a capacidade cardiovascular, a agilidade e o equilíbrio. “Mas é preciso praticá-las regularmente”, aconselha Ricardo Galotti, que recomenda no mínimo 30 minutos por dia, três vezes por semana. Essa pode ser uma alternativa para quem fica pesando prós e contras entre ir malhar e ir para casa.

“Quando a pessoa pratica exercícios, a pele fica mais bonita, o corpo mais bem disposto, torneado. Tudo em virtude da boa circulação e da vascularização”, ressalta Rodrigo Iglesias, especialista em traumatologia no esporte e responsável pela R7 fisioterapia.

Dicas para fazer do exercício um hábito:
– Prefira atividades físicas ligadas ao prazer, como futebol com os amigos, natação no condomínio, etc.
– Chame um amigo ou um parente para fazer a atividade com você
– Reserve na agenda o horário para os exercícios e tente cumpri-lo como qualquer outro compromisso
– Coloque objetivos e datas para alcançá-los
– Quando desanimar, lembre-se dos benefícios à saúde
– Se possível, vá do trabalho direto para o local do exercício

Clique aqui para ver o link desta matéria

Compartilhar

Sobre o autor

Deixe um comentário